Pinturas de Armanda Passos, minha pintora preferida.

sábado, 2 de outubro de 2010

PATER

Chamaste-me e eu surgi
Cuidas-te de mim e eu sorri
Brincaste, e eu fui feliz
Hoje sei
Que valeu a pena fazer o que já fiz.

Quem eras tu afinal
Que me pertencias e me adoravas ?
E com teu jeito rabugento
Com sorrisos e palavras
Falavas comigo e me amavas !?

Caminhante do destino
Doravante lembrado
Dos teus carinhos fui forjado
Dos teus sorrisos despido
Pelo teu corpo abandonado !

Memória é a tua frescura sobrante
E como num retrato gravado
Aí estarás sempre a meu lado
Mutante.
Do corpo para o espírito resultante.

Não deixarás de ser amigo
E ficarás a meu lado.
Mas teu filho já crescido
Ficará para sempre marcado
Por te amar, sem poder ser amado.

Que teu espírito carinhoso
Encontre o lugar da eterna liberdade .
E aí me aguarda com saudade
Pois à morte pertence o mais ditoso,
Que à vida veio buscar mais santidade.

ALMA PERDIDA

Toda esta noite o rouxinol chorou,
Gemeu, rezou, gritou perdidamente!
Alma de rouxinol, alma de gente,
Tu és, talvez, alguém que se finou

Tu és, talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na Dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
Dalguem que quiz amar e nunca amou!

Toda a noite choraste..e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguem é mais triste do qu nós!

Contaste tanta coisa à noite calma,
Que eu pensei que eras a minh´alma
Que chorasse perdida em tua voz!...

A CRISE

Não exibas tanto o esplendor dos teus dentes. Eu
sei que são postiços. Mas há quem não sabe, dizes.
Pois. Mas ainda que eu não soubesse, sabia-lo tu.
Fecha a boca.

Virgilio Ferreira




O CACHORRO

Foi-nos comunicado com ar contido e fumegante que afinal isto está uma merda.
Todos agora terão que chafurdar nela, para evitar a dita..ainda mais dura.
Já cheirava mal, mas há quem tenha o nariz entupido durante meses...
E quando o desintupiu, verificou que afinal cheirava mesmo mal.
Mas à boa maneira Portuguesa, os outros que limpem, que eu só agora cheguei.
Para quê a preocupação? Agora voces pegam no esfregão, raspam, secam e o aspecto fica outro! Pelo menos por agora acabou ! Eu tenho mais que fazer!!!
Onde está o problema? O que é preciso é que tudo regresse à normalidade.
Afinal quem foi o porcalhão? Eu não, pois até tinha o olfacto alterado! Eu só passei por lá e dei conta que aquilo já estava assim. Não parecia , mas estava! A culpa foi do cachorro que veio de fora e não sabia que não podia fazer aquilo naquele lugar!