Pinturas de Armanda Passos, minha pintora preferida.

sábado, 2 de outubro de 2010

A CRISE

Não exibas tanto o esplendor dos teus dentes. Eu
sei que são postiços. Mas há quem não sabe, dizes.
Pois. Mas ainda que eu não soubesse, sabia-lo tu.
Fecha a boca.

Virgilio Ferreira




O CACHORRO

Foi-nos comunicado com ar contido e fumegante que afinal isto está uma merda.
Todos agora terão que chafurdar nela, para evitar a dita..ainda mais dura.
Já cheirava mal, mas há quem tenha o nariz entupido durante meses...
E quando o desintupiu, verificou que afinal cheirava mesmo mal.
Mas à boa maneira Portuguesa, os outros que limpem, que eu só agora cheguei.
Para quê a preocupação? Agora voces pegam no esfregão, raspam, secam e o aspecto fica outro! Pelo menos por agora acabou ! Eu tenho mais que fazer!!!
Onde está o problema? O que é preciso é que tudo regresse à normalidade.
Afinal quem foi o porcalhão? Eu não, pois até tinha o olfacto alterado! Eu só passei por lá e dei conta que aquilo já estava assim. Não parecia , mas estava! A culpa foi do cachorro que veio de fora e não sabia que não podia fazer aquilo naquele lugar!

Sem comentários:

Enviar um comentário