Pinturas de Armanda Passos, minha pintora preferida.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

ILUSÕES


Dos restos de amor, faço poesias.
Das lembranças, construo uma saudade
Dos dias que se foram, a mocidade
Que, aos poucos, de mim, se distancia…

Das minhas ilusões, faço castelos
Povoados por fantasmas do passado.
E os quadros, na parede emoldurados,
Tem, como estampas, os rostos mais belos.

A solidão é a rainha de tudo!
E o desespero é o seu escravo mudo,
Que se esconde sempre em meu coração…

E assim eu vou mantendo este reinado:
- enquanto resta um sonho , não sonhado,
Que eu deposito na imaginação…

1 comentário: